“Incidente Glória”, por Pedro Sasse.

“Eu não lembro qual foi a última vez que me senti assim. Me lembro de quando era criança e brincava de testar a coragem entrando em um porão, correndo por um salão mal iluminado, imaginando os monstros a ponto de me devorar. Lembro bem da pontada de medo no estômago, da adrenalina, dos sentidos aguçados pelo terror inventado e ainda assim tão real… É como se cada esquina da minha vida houvesse se tornado, de repente, um corredor escuro e eu, criança, fugisse de um monstro invisível sem jamais achar a porta de saída.”

Após os fragmentos recolhidos por fontes secundárias, como já havíamos mencionado, publicados o caderno de P. na íntegra. Relembramos que não é possível atestar a veracidade do evento. A própria existência do diário pode ser parte de um grande hoax. Muitas das informações nele contidas, contudo, mostraram-se verdadeiras após algumas pesquisas. Sem mais delongas, aproveitem o claustrofóbico relato de P.

Ler “Incidente Glória”

Saber mais sobre o evento

Mais sobre o autor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s