Caixas de sobra – Ep. 14

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) Para onde iria não é uma questão de trajeto pontual, antecipadamente programado, esta situação obriga uma fuga, pelo retrovisor ainda vê a merda do hotel, ainda vê aquele idiota do recepcionista gesticular alguma coisa, não voltaria, tentaria escapar, talvez não fosse inteligente o bastante para denunciá-lo, queContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 14”

Ramón, ou ilustração a “Dos viejos comiendo sopa”, de Goya

“Sufoca. Calor de florestas equatoriais. A luz, não se sabe bem por onde sai. É brilho cansado e amarelado largando-se lânguido. Desistiu, de certo, de qualquer fuga. Há o tinir constante da colher no pote: metal, barro e eco gasto de cotidiano, memória, mas ação. Solta – o outro – palavras escassas a Ramón. Ramón,Continuar lendo “Ramón, ou ilustração a “Dos viejos comiendo sopa”, de Goya”

Seção Autoral

Temos novidade! Agora, em adição ao material produzido durante nossos projetos, você poderá acompanhar a produção paralela dos autores do blog também no Poligrafia. Na seção autoral, os autores do site poderão publicar suas resenhas, contos, reflexões e qualquer outro tipo de produção artística/crítica. Por mais que não esteja vinculada diretamente aos projetos do grupo, a seção éContinuar lendo “Seção Autoral”

Analepses

Analepses é um projeto que mistura fotografia e literatura e se desenvolve, primariamente, no Instagram. Através de imagem e texto, é contada a história não-linear de dois personagens ficcionais, Jonas e Karen, através de diferentes anos. A origem do nome remete ao grego analépsis, que significa recuperação. Em literatura, se refere a uma volta noContinuar lendo “Analepses”

Poligrafia revista – Ed. 02

Chegou a segunda edição da nossa revista, que reúne em um só lugar todos os contos, capítulos e reflexões literárias que fizemos ao longo desse ciclo. Agora temos mais uma novidade: se vocês preferem o formato de leitura do ISSUU, só precisa clicar no link abaixo ou simplesmente buscar por “poligrafia” no próprio site. Boa leitura! LerContinuar lendo “Poligrafia revista – Ed. 02”

Caixas de sobra – Ep. 12

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) Passos girou o pescoço de volta para o carro e olhou a coisa nojenta espalhada no interior. Cenas de crime de seriado eram parecidas com aquilo, pensou. A mão que segurava a lanterna tremeu. Usou a outra para o recepcionista não perceber. Depois apontou a luz amarelada para o banco traseiro. A visão turvou-se como se vislumbrasse um cadáver. Deveria haver uma pilha deContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 12”

Caixas de sobra – Ep. 11

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) caixas entregas caixas entregas caixas entregas não sabia que horas eram nem poderia saber, mas sentir o Cássio sem tê-lo no pulso era um aviso, dizendo pra mim que, mesmo que eu lutasse pra deixá-las pra trás, algumas coisas ainda permaneciam ali, agarrando meu braço, impedindo queContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 11”

“Deutsch Geister”, por Lucas M. Carvalho

“Não foi difícil encontrar Hadrian nas notas de óbito dos jornais locais. 38 anos, morto dia 02 de Maio de 1974, há onze dias. Causa mortis: intoxicação alimentar. As ruas de Berlim podiam até ser insalubres no pós-guerra, mas hoje o próprio Exército Popular Nacional pode tomar medidas radicais contra desleixo e sujeira. Não competeContinuar lendo ““Deutsch Geister”, por Lucas M. Carvalho”

Caixas de sobra – Ep. 10

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) – Estou delirando? Eu digo em voz alta no chuveiro. Tudo o que eu queria, desde o acidente, desde os quilômetros perturbadores até a recepção desse hotel, era um banho quente de qualidade. Mas, por algum motivo, eu continuo sentindo a pulseira do velho Cássio no braço.Continuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 10”