“outra vez bolo de nozes”, por Gabriel Sant’Ana

insistentemente bate com o martelinho a noz para fazer o esperado bolo de nozes deste natal com nosso punho fortemente mãos seguras firmemente estraçalhando em miúdos pedaços as nozes repete as batidas em agressividade crescente constantemente daqui algumas horas virão nossa sogra nossos sobrinhos com seus sorrisinhos felizes de uma felicidade oca e transparente seusContinuar lendo ““outra vez bolo de nozes”, por Gabriel Sant’Ana”

Caixas de Sobra, uma introdução

“O mundo não seria o que é agora se eu tivesse rejeitado Pandora. Mas eu era pequeno. Há momentos em que uma data específica, as palmas, as músicas, os doces, os convidados e a inocência nos levam a abrir caixas. Naquele dia, não sei de quem ganhei o presente, não me recordo de todos queContinuar lendo “Caixas de Sobra, uma introdução”