“Cuidado, piso molhado!”, por Gabriel Sant’Ana

“(…) Existem várias formas, maneiras de se matar alguém. Não perderia tempo estudando medicina, de que adianta saber os nomes dos músculos, ossos, veias, se o que importa mesmo é o sofrimento da vítima? Aquele shopping, aquelas pessoas, aquela situação, aquele ar condicionado, aquele médico, aquele trem, aquela sua casa, aqueles seus parentes, seus vizinhos.” DandoContinuar lendo ““Cuidado, piso molhado!”, por Gabriel Sant’Ana”