Caixas de sobra – Ep. 24

[Se ainda não viu os últimos capítulos, clique aqui] Já tinha se habituado às pedras, matos, mosquitos, formigas de todo tipo, percebe que sua audição não havia de todo se perdido, parece ter desenvolvido uma atenção mais sutil aos menores sons, ali é um sabiá!, agora se lembrava das rápidas aulas de Angélica sobre osContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 24”

Caixas de sobra – Ep. 23

[Se ainda não viu os últimos capítulos, clique aqui] São 13 horas do sacro Domingo. Santos Passos está ajoelhado ao Sol. A discussão ocorre aos sussurros, eclodindo, vez ou outra, um princípio de grito rapidamente abafado pelo desejo de sigilo. A grama ressecada arranha seu joelho. Mosquitos pousam e partem de seu rosto petrificado. DezContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 23”

Caixas de sobra – Ep. 22

[Se ainda não viu os últimos capítulos, clique aqui] Passos despertou. Estava tudo submerso em silêncio. A TV sintonizada em um canal fora do ar, muda. O suor do seu corpo atraía os insetos. Era a única coisa com que não conseguia se acostumar. As moscas de lanchonete não passavam de borboletas comparadas àqueles parasitas.Continuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 22”

Caixas de sobra – Ep. 20

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) – Não é assim que se vira a massa, seu Passos. A cada vez que Matias me chama pelo nome, me amaldiçoo. Por que não fui inventar uma desgraça de nome falso? Coisas agora tão óbvias, mas que antes não passaram pela minha cabeça. Coisas que meContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 20”

Caixas de sobra – Ep. 19

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) O sussurro impeditivo o afeta, aquela tonalidade feminina, de leveza agressiva, o faz cair em sua incapacidade, não pula o muro, Abrão, não! Vem comigo, melhor por aqui. Ser guiado. Passos segue. Angélica. Haveria de esquecer os dias passados por um tempo… O incidente. A falta deContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 19”

Caixas de sobra – Ep. 18

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) Coberto pelo escuro, pelo frio úmido que passeia pelas noites silvestres, Santos Passos não é mais que um tronco velho a espera do musgo. Àquilo chama descanso. Não o cochilo tenso no estacionamento do fast food depois do almoço. Não a madrugada vazia após o sexo tedioso,Continuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 18”

Caixas de sobra – Ep. 17

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) A meia lua assomava no centro do céu. Brilhava escondida entre nuvens roxas. O jeito com que sorria causava certo desconforto a Santos Passos. Não se importava se amanhecia ou anoitecia. Mas não suportava aquela sensação. De ser perseguido. Observado. Ele não contava os dias desde aContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 17”

Caixas de sobra – Ep. 16

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) ponho o telefone no gancho, tenho a sensação de que todos os olhos do mundo estão sobre mim, saio dali como um bicho escorraçado, eles podem voltar, me perseguir, me atormentar, mas não são capazes de saber o que está acontecendo dentro da minha cabeça uma caixa,Continuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 16”

Caixas de sobra – Ep. 15

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) – (22:12) O número chamado não está disponível no momento. – (22:14) O número chamado não está disponível no momento. – (22:17) O número chamado não está disponível no momento. – (22:19) O número chamado não está disponível no momento. – (22:21) O número chamado não estáContinuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 15”

Caixas de sobra – Ep. 13

(Não viu os últimos capítulos ainda? Clique aqui!) “Filhos da puta”. Santos Passos caminha de um lado para o outro na recepção apertada. A cada três passos uma volta. O recepcionista tremulava atrás do balcão na busca pelo livro de hóspedes. – Deve estar aqui em algum lugar… meu primo vive usando pra anotar recados,Continuar lendo “Caixas de sobra – Ep. 13”